Atividade “Conhecendo os bastidores do Zoo” é retomada nos dias 18, 19 e 21 de janeiro

PORTAL RMSNEWS.COM.BR

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, Proteção e Bem-Estar Animal (Sema), informa que a atividade “Conhecendo os bastidores do Zoo”, que ocorreria nesta terça, quarta e sexta-feira (11, 12 e 14), no Parque Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros”, será retomada nos dias 18, 19, 21 de janeiro, em seis horários: 10h30, 11h20, 13h30, 14h20, 15h10 e 16h. O ponto de encontro será em frente ao recinto das antas.

A atividade faz parte da programação de férias do Zoológico de Sorocaba, que acontecerá até o dia 23 de janeiro, com o objetivo de apresentar ao público um pouco mais sobre o zoológico e o importante trabalho desenvolvido pela sua equipe técnica, visando à conservação das espécies dos animais.

Na atividade “Conhecendo os bastidores do Zoo”, os visitantes terão a oportunidade de conhecer, em cerca de 40 minutos, o Setor de Nutrição, responsável por elaborar e garantir que os animais recebam uma alimentação balanceada e de acordo com suas necessidades, e o Setor de Biologia e Veterinária, responsável por garantir a saúde e o bem-estar dos animais do Zoo.

As pessoas interessadas em participar devem estar presentes no dia, horário e local da atividade. Será permitida a entrada de 20 pessoas, por vez, e a participação será por ordem de chegada.

Outras atividades educativas especiais

A atividade “Conhecendo o Museu de Zoologia”, que ocorreria nestes sábado e domingo (15 e 16), no Parque Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros”, será retomada nos dias 22 e 23 de janeiro, das 9h30 às 11h30 e das 13h às 16h30.

Os participantes poderão conhecer o Museu de Zoologia e ver de perto seu acervo, composto por peças biológicas e os famosos animais taxidemizados (popularmente conhecidos como “empalhados”).

O objetivo é despertar a curiosidade sobre os animais e permitir aos visitantes perceberem que cada espécie tem características únicas, de modo a sensibilizá-los para a conservação da biodiversidade.

Inaugurado em 1988, o Museu de Zoologia do Zoo de Sorocaba conta com cerca de mil peças, entre animais taxidermizados, esqueletos, animais conservados, penas, ovos, bicos, entre outros.

Durante a visita, que dura em torno de 30 minutos, as pessoas conhecerão algumas peças bastante curiosas ou raras, como o enorme crânio de um hipopótamo (que muitos visitantes acham ser de um dinossauro), o pequeno tamanduaí taxidermizado (que é a menor espécie de tamanduá existente) e a famosa barata gigante (que, na verdade, é um crustáceo, ou seja, um “parente” do camarão).

Para participar da visita, o munícipe tem que estar presente no dia e horário, em frente ao Museu de Zoologia. Será permitida a entrada de 20 pessoas, por vez, e a participação será por ordem de chegada.

Também nos dias 22 e 23 de janeiro será retomada a atividade “Conhecendo os animais idosos do Zoo”, que ocorreria nestes sábado e domingo (15 e 16), quando o público poderá ver como é o tratamento carinhoso e especial que os animais do “Quinzinho de Barros”, inclusive os mais antigos, recebem. O intuito é tornar o público mais próximo do Zoo, gerando uma identificação com os animais e sensibilizando para a proteção da natureza.

Os animais que estão na natureza geralmente vivem menos tempo do que aqueles que estão sob cuidados humanos nos zoológicos. Isso porque os animais dos zoológicos estão livre de predadores, possuem abrigo, passam por cuidados médicos frequentes e recebem uma alimentação de qualidade e balanceada.

No Zoo de Sorocaba, os visitantes terão a oportunidade de conhecer mais sobre o macaco mandril, a ariranha, os hipopótamos e o elefante, que podem ser considerados “idosos”, porque sua idade está próxima ou, até mesmo, supera o tempo de vida que é estimado para outros indivíduos da mesma espécie.

A atividade ocorrerá em frente aos recintos das espécies em horários diferentes: às 14h, o público poderá ver o macaco mandril; às 14h30, os hipopótamos; às 15h, o elefante; e às 15h30, a ariranha. Para participar da visita, o munícipe tem que estar presente no dia e horário, em frente ao recinto de cada espécie.

As atividades de Educação Ambiental vão contar com todas as medidas sanitárias de saúde e segurança, em razão da pandemia da Covid-19, como uso de máscara, distanciamento social e higienização das mãos com álcool em gel.

O “Quinzinho de Barros” está localizado na Rua Theodoro Kaisel, 883, na Vila Hortência, e é aberto de terça a sexta, das 10h às 17h, e sábados, domingos e feriados, das 9h às 17h, sendo que a bilheteria funciona até as 16h.

Os ingressos custam R$ 8, para pessoas de 12 a 59 anos; e R$ 4, para crianças de 6 a 11 anos, além de estudantes dos Ensinos Fundamental, Médio, Técnico ou Superior, reconhecidos pelo MEC, mediante comprovação de matrícula ou carteira estudantil dentro do prazo de validade. Crianças até 5 anos, idosos acima de 60 anos completos e pessoa com deficiência, garantindo-se também ao seu acompanhante, quando necessário e comprovada essa condição, são isentos de pagamento do ingresso.

VEJA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PREMIO MELHORES DE 2021
RMS NEWS SHOPPING

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist