Comitê de Desenvolvimento Econômico planeja ações para fortalecimento cada vez maior da região de Sorocaba

PORTAL RMSNEWS.COM.BR

O Comitê Regional de Desenvolvimento Econômico realizou, nesta segunda-feira (29), a terceira reunião de trabalho, com a participação de representantes de cidades da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS). No encontro, foi iniciada a etapa de planejamento das ações a serem realizadas.

O grupo de trabalho em prol do fortalecimento regional é composto por cidades, como: Alambari, Alumínio, Araçariguama, Araçoiaba da Serra, Boituva, Capela do Alto, Cerquilho, Cesário Lange, Ibiúna, Iperó, Jumirim, Mairinque, Piedade, Pilar do Sul, Porto Feliz, Salto, Salto de Pirapora, São Miguel Arcanjo, São Roque, Sorocaba, Tapiraí, Tatuí e Votorantim.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (Sedettur) de Sorocaba, Robson Coivo, ressaltou a relevância desses encontros. “Queremos nos tornar a Região Metropolitana mais forte do estado de São Paulo, assumindo o compromisso de desenvolvimento sustentável. Para tanto, estamos realizando um trabalho técnico, suprapartidário e capaz de abranger toda a região. O Comitê de Desenvolvimento não é somente de Sorocaba, mas de cada município que aderiu a essa proposta”, frisou o secretário.

Uma das estratégias é justamente destacar e trabalhar em conjunto os pontos fortes de cada cidade, explorando suas potencialidades. Assim, o que eventualmente faltar em um município, pode ser compensado em outro, sempre valorizando a vocação de cada uma das cidades envolvidas.

“Já começamos a notar que, juntos, somos muito mais fortes. Ouvimos cada gestor e construímos nossos valores, que incluem comprometimento, troca de experiências, cooperação, equidade, construção, colaboração, ética e respeito”, enfatizou a chefe de Divisão de Desenvolvimento Empresarial e Agronegócios de Sorocaba, Helenir Rosa Lima.

Olhar para as peculiaridades e o potencial de cada município é fundamental. Tapiraí, por exemplo, tem cerca de oito mil habitantes e uma grande extensão territorial, coberta, em 85%, por Mata Atlântica. “O desafio ali, portanto, é buscar uma gestão sustentável e que explore positivamente essa característica invejável”, explicou o secretário de Governo da cidade, José Raul. “Unirmos forças para isso fará toda a diferença”, completou.

“Votorantim, que conta com 124 mil habitantes, sabe que tem muito a ganhar se puder avançar na implantação do conceito de cidades inteligentes”, pontuou a secretária de Planejamento e Desenvolvimento do município, Mirian Zacareli.

Além de apresentar vocações diferentes, mesmo em um único setor, como o agrícola, é possível encontrar uma diversificada produção entre os municípios, com destaque para produtos regionais, como: caqui, gengibre, doces caseiros, vinhos, uva, morango e, até mesmo, uma cada vez mais robusta produção de cervejas artesanais, cada cidade configurando uma oportunidade de negócio e fomentando o turismo.

A próxima etapa do Comitê é começar a criar as ações que poderão dar mais visibilidade a essa incrível riqueza da RMS, que só tem a ganhar ao explorar, de forma conjunta e organizada, essas potencialidades.

“Os municípios que compõem o Comitê de Desenvolvimento Regional têm um enorme potencial econômico. Precisamos divulgar cada vez mais isso, mostrando o que de melhor nossa região tem para oferecer e valorizando as características específicas de cada município”, concluiu Robson Coivo.

VEJA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREMIO MELHORES DE 2021
RMS NEWS SHOPPING

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist