Força-tarefa da Prefeitura de Sorocaba presta auxílio às famílias atingidas pelas fortes chuvas

PORTAL RMSNEWS.COM.BR

A Prefeitura de Sorocaba montou uma força-tarefa para atender às ocorrências causadas pela forte chuva da madrugada e auxiliar os moradores atingidos. Equipes da Defesa Civil, Guarda Civil Municipal (GCM), Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), Urbes – Trânsito e Transportes, Secretaria de Serviços Públicos e  Obras (Serpo), Ouvidoria Geral do Município e Secretaria da Cidadania (Secid) estão mobilizadas, desde as 2h deste sábado (12).

A operação contou com efetivo extra, de viaturas e agentes, para auxiliar nos desvios dos locais de alagamento, desobstruir e limpar vias e prestar apoio aos munícipes. Durante a madrugada, foram constatados pontos de alagamento no Jardim Marly, Jardim Itapemirim, Santa Esmeralda, Mineirão, bairro Pinheiros, Vila Rica, Jardim Maria do Carmo, Jardim Faculdade, Vila Jardini, Jardim Santa Lucinda, Vila Rica, Jardim São Paulo, Santa marina, Jardim Nova Esperança, Centro, Campolim, Jardim Abaeté, Vila Assis, Central Parque e Lopes de Oliveira.

O prefeito Rodrigo Manga, acompanhado de secretários municipais e equipes, percorreu esses pontos na tarde deste sábado, para oferecer amparo aos moradores que precisarem. A ação ocorreu, sobretudo, no Jardim Marly, Mineirão, Jardim Itapemirim, Vila Rica, Jardim Guadalupe e Jardim Abaeté, onde residem famílias em situação de vulnerabilidade social. “Estamos aqui para ajudar no que for preciso e prestar a nossa solidariedade. Ninguém ficará desassistido pelo Poder Público”, reforçou o prefeito Rodrigo Manga.

A Secid e a Ouvidoria Geral do Município concluem a identificação das famílias atingidas e um mapeamento social. “As famílias afetadas receberam cestas básicas, roupas, além de colchões e cobertores. Todas foram cadastradas e uma comissão de moradores foi montada nos locais, para acompanhar os desdobramentos da ação e ter acesso rápido junto às equipes da Prefeitura”, disse o ouvidor-geral Evandro Bueno. No Jardim Itapemirim e Marly, cerca de 30 famílias foram assistidas.

“Em parceria com o Fundo Social de Solidariedade (FSS), vamos repor o que for possível, em termos de alimentação, produtos de higiene, colchões, itens de necessidade e roupas. Caso necessário, vamos oferecer também abrigo temporário”, contou o secretário da Secid, Clayton Lustosa. O FSS, inclusive, está angariando doações para atender às necessidades específicas de cada família, uma vez que há necessidade de móveis, gás de cozinha, colchões e eletrodomésticos. Os interessados podem entrar em contato pelo telefone: (15) 99108-4462.

Balanço da Defesa Civil

Conforme balanço da Defesa Civil, em uma hora e meia de chuva, foram registrados 83 milímetros na região do Cerrado, volume considerado muito elevado para um curto espaço de tempo, o que causou alagamentos, devido ao transbordamento do Rio Sorocaba e de córregos. Ao todo, a Defesa Civil recebeu 55 solicitações de ocorrências, entre alagamentos, quedas de árvores, bueiros entupidos, entre outros.

A Avenida Dom Aguirre ficou alagada nas regiões da Praça Lions, Corpo de Bombeiros, Francisco Delosso, Pinheiros e Parque das Águas, e o tráfego de veículos foi restabelecido na manhã deste sábado (12). À tarde, havia interdição ainda, somente na região do Parque das Águas, assim como na Rua João Gabriel Mendes e na Avenida XV de Agosto.

Na Avenida Dom Aguirre, a água atingiu carros e a GCM auxiliou essas pessoas, retirando-as do local e conduzindo-as até suas residências. Houve, ainda, auxílio em situações de alagamento nas imediações do Parque dos Espanhóis e na Rua Paulo Setúbal (Pinheiros). Nas Ruas Comendador Vicente do Amaral e Karim Jamal, houve transbordamento do córrego.

VEJA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREMIO MELHORES DE 2021
RMS NEWS SHOPPING

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist