Prefeitura de Sorocaba realiza reunião com moradores do Jd. Itapemirim e Jd. Marli para atender famílias atingidas por alagamentos

PORTAL RMSNEWS.COM.BR

A Prefeitura de Sorocaba, por meio de diferentes secretarias e do Saae/Sorocaba, realizou, na manhã desta segunda-feira (3), uma reunião com grupo de moradores dos bairros Jd. Itapemirim e Jd. Marli, que tiveram seus imóveis atingidos por alagamentos no último fim de semana.

Dando sequência às ações iniciadas pelo prefeito Rodrigo Manga, que visitou os bairros no sábado (1), para constatar pessoalmente a situação provocada pelas chuvas e verificar as necessidades urgentes dos moradores, a reunião desta segunda teve o objetivo de definir os próximos passos e dar prosseguimento às medidas necessárias.

Participaram da reunião, realizada na Comunidade Nossa S. de Fátima, no bairro Itapemirim, os secretários de Governo (Segov), Samyra Toledo; Jurídica (SAJ), Luciana Mendes; da Cidadania (Secid), Clayton Lustosa; de Serviços Públicos e Obras (Serpo), Darwin José de Almeida Rosa; de Mobilidade e Desenvolvimento Estratégico (Semob), Carlos Eduardo Paschoini; da Habitação e Regularização Fundiária (Sehab), Tiago da Guia; de Segurança Urbana (Sesu), Cel. Vitor Gusmão; do Meio Ambiente, Proteção e Bem-Estar Animal (Sema), Antonio Prieto Neto; além do ouvidor-geral do Município, Evandro Bueno, e do diretor-geral do Saae/Sorocaba, Ronald Pereira da Silva.

As ações para sanear a situação no local tiveram início já no último sábado, com a obra emergencial, a cargo do Saae/Sorocaba, para ampliação da calha e desassoreamento do Córrego Itanguá. Esses serviços são emergenciais e deverão se estender pelos próximos dias.

“Estamos aqui, em nome do prefeito Rodrigo Manga, porque estamos incumbidos de tratar da principal prioridade, que é a integridade física de todos vocês. Por isso, está sendo verificada a necessidade de interdição de alguns imóveis e, onde isso ocorrer, solicitamos a todos vocês que atendam as orientações dos técnicos, pois será providenciado, com a maior rapidez possível, o aluguel social”, afirmou a secretária de Governo, Samyra Toledo.

“A lei municipal nº 9131/10 permite que os valores para o aluguel social sejam concedidos de maneira imediata, o que vai facilitar e agilizar a transferência dessas famílias”, explicou a secretária Jurídica, Luciana Mendes.

“Todos que precisarem do aluguel social precisam estar inscritos no Cadastro Únido (CadÚnico). Então, uma equipe do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) está encarregada de cuidar disso, a partir de agora. E, para as famílias que necessitarem, será providenciada a entrega de cesta básica, assim como já começamos a fazer no sábado (1)”, disse o secretário da Cidadania, Clayton Lustosa.

Além de todas essas providências, o Fundo Social de Solidariedade (FSS) também ficou encarregado de buscar doações que façam frente às necessidades específicas de cada família, uma vez que algumas chegaram a perder móveis e eletrodomésticos, em decorrência das chuvas.

Quem quiser e puder ajudar, pode obter mais informações pelo telefone do FSS: (15) 3238-2503.

VEJA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREMIO MELHORES DE 2021
RMS NEWS SHOPPING

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist