Saae/Sorocaba prioriza obras de drenagem e outros grandes investimentos em 2022

PORTAL RMSNEWS.COM.BR

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Sorocaba definiu um cronograma de 17 grandes obras previstas para terem início em 2022, além de outras importantes intervenções para melhorias. As ações contemplam os sistemas de água, esgoto e, sobretudo, na rede de drenagem da cidade, sendo que algumas delas, devido às últimas chuvas, foram antecipadas e já estão ocorrendo.

O investimento total em todas as obras soma cerca de R$ 99 milhões, dos quais aproximadamente R$ 33 milhões serão provenientes de caixa próprio e o restante, de programas em parceria com outras esferas de governo e contrapartidas de empreendimentos da iniciativa privada (ações mitigadoras). Os investimentos incluem, ainda, recursos para implementação de medidas operacionais e administrativas na autarquia.

“O Saae/Sorocaba, sempre atento ao desenvolvimento do nosso município, segue investindo em obras de melhorias para atender às demandas dos munícipes, em todas as áreas da cidade, a fim de continuarmos dispondo de um saneamento básico de excelência”, destaca o diretor-geral, Ronald Pereira da Silva.

Drenagem

Os investimentos em obras de drenagem são constantes pelo Saae/Sorocaba. O Saae/Sorocaba programou o desassoreamento do Rio Itanguá, no trecho aproximado de 1.680 metros, entre a Avenida Riusaku Kanisawa e a Rua Manoel de Camargo Sampaio (Jardim Marli). A execução dessa obra, assim como do desassoreamento de todo o trecho urbano do Rio Sorocaba, ficaria a cargo do Departamento de Água e Energia Elétrica (Daee), ligado ao Governo do Estado.

Porém, devido às recentes chuvas, o Saae/Sorocaba está realizando, com recursos próprios, intervenções emergenciais em toda a cidade, principalmente em pontos do córrego Itanguá, na região dos bairros Itapemirim e Jardim Marli, em função dos alagamentos recentes. Nesses locais, os trabalhos intensos vão prosseguir por mais 20 dias.

“Montamos uma verdadeira força-tarefa. Deslocamos funcionários e máquinas para fazer a desobstrução do córrego Itanguá em locais onde há a travessia de veículos e o estrangulamento de passagem de água. Além disso, ocorre a retirada de entulho e sujeira do córrego”, aponta o chefe do Departamento de Drenagem do Saae/Sorocaba, Maurício Marques.

O serviço emergencial de limpeza também é realizado em todas as regiões da cidade, onde há passagens viárias sobre córrego. “Fazemos a limpeza da tubulação e das galarias. Temos retirado todo tipo de entulho. A medida abrange também o Reservatório de Detenção de Cheias (RDC) Água Vermelha, em que a grelha de drenagem chegou a entortar, devido ao peso da grande quantidade de objetos e outros materiais que se acumularam ali”, complementou Maurício.

Uma das principais obras de drenagem previstas para serem entregues até o fim de 2022 é a construção de um Reservatório de Contenção, no Parque Vitória Régia, com completo sistema de bombeamento. O dispositivo será implantado no trecho composto pelo quadrilátero formado pelas ruas José Martinez Peres e Dr. Heitor Ferreira Prestes.

“O lançamento dessa obra ocorrerá no próximo dia 10 de janeiro, com a presença do prefeito Rodrigo Manga. Haverá um grande dique maciço, em aterro compactado, que servirá para conter o transbordamento do Rio Sorocaba. O espaço também será uma base para a implantação de uma grande área de lazer. O valor estimado a ser investido é de cerca de R$ 16,4 milhões”, revela o diretor-geral da autarquia.

A substituição das travessias sobre o córrego Matilde, existentes nas Ruas João Guariglia, Marcelo Scotto e Elza Salvestro Bonilha, está orçada em R$ 2,1 milhões, os quais estão sendo pleiteados em outras esferas governamentais. O serviço consistirá na substituição das tubulações de concreto existentes por aduelas retangulares também de concreto, para aumentar a vazão do córrego e evitar enchentes. O mesmo se aplica para a travessia sobre o córrego Piratininga, existente na Rua Ramon Haro Martini (Vila Haro).

”Com relação às redes e equipamentos de drenagem, estamos realizando investimentos em projetos, com o intuito de mitigar áreas vulneráveis a alagamentos em épocas de fortes chuvas, como forma de dar mais fluidez aos córregos existentes, bem como ampliar a capacidade de redes de esgoto em determinados bairros”, complementa o diretor operacional de esgoto da autarquia, Márcio Santana Moscardo.

Esgoto

Uma dos principais ações previstas pelo do Saae/Sorocaba diz respeito às obras de melhorias na Estação de Tratamento de Esgoto – Sorocaba 2 (ETE-S2). O projeto básico está pronto e o executivo está em processo de licitação para, na sequência, terem início as intervenções.

A estimativa de investimento passa de R$ 25 milhões, valor disponibilizado por meio de programa de financiamento do Ministério do Desenvolvimento Regional. “Inclusive, será detalhada no projeto a instalação de alta tecnologia, capaz de atingir uma maior eficiência no processo de tratamento do esgoto, buscando, com isso, além de qualidade cada vez melhor, também um melhor custo-benefício para a autarquia”, complementa Ronald.

A ETE Itanguá é outra unidade que passará, em breve, por reformas e adequações, inclusive, para compra e instalação de novos aeradores, estruturas de adensamento e desidratação de lodo.

Outra ETE, mas que já está com obras de ampliação e reformas em andamento, a Pitico, encontra-se com mais de 40% dos trabalhos já concluídos, com investimento superior a R$ 40 milhões. O principal foco da ampliação é finalizar, primeiramente, em curto prazo (em torno de três meses), pelo menos uma das três novas linhas de tratamento que estão sendo implantadas. As melhorias vão propiciar o aumento da capacidade de tratamento, assim como da eficiência do sistema. A previsão é que as obras sejam concluídas ainda em 2022.

”Sorocaba possui os melhores índices de qualidade dos serviços oferecidos aos munícipes, inclusive no tratamento de esgoto. Os volumes tratados nas ETEs equivalem a 97,5% do esgoto coletado em toda cidade, com eficiência de tratamento superior a 80% de remoção de carga orgânica. Como o município não para de crescer, também estamos ampliando as nossas estações, para continuar mantendo esses índices elevadíssimos”, enfatiza o diretor de Produção do Saae/Sorocaba, Reginaldo Schiavi.

A ampliação das redes de esgoto também faz parte do calendário 2022 do Saae/Sorocaba. Por exemplo, está programada a implantação de coletor tronco para atender parte da Zona Industrial (Coletor de Itaguaraguaraú), que atualmente não conta com rede de coleta e afastamento de esgoto. No total, serão investidos cerca de R$ 15 milhões, em quatro etapas, tendo início previsto para novembro de 2022.

Antes, porém, com término estimado para junho de 2022, o Saae/Sorocaba dará continuidade às obras de implantação de aproximadamente 1.300 metros de rede de esgoto no Jardim Santa Helena, na Zona Norte da cidade, no trecho entre a Rua Cesar Augusto Serafim e a Rua Fernando Rogich Vieira. O orçamento previsto para a realização dessa obra é de R$ 270 mil.

Água

Um dos objetivos do Saae/Sorocaba é sempre garantir a manutenção do abastecimento público de água com a mais alta qualidade, inclusive durante o atual período de estiagem. Atualmente, as três Estações de Tratamento de Água (ETAs): Cerrado, Éden e Vitória Régia estão com seus sistemas interligados, podendo abastecer todas as regiões da cidade.

“Quanto ao abastecimento de água, estamos colocando em ação projetos de extensão e ampliação de redes, para alcançar bairros mais distantes, que atualmente são abastecidos por poços artesianos, além de expandir abastecimentos locais para atender com cada vez mais eficiência”, afirma o diretor operacional de Água, Charles Alessandro de Camargo.

Um Sistema de Água Tratada da região do bairro Inhayba, composto por uma estação elevatória e um reservatório metálico, com capacidade de 2.000 m³, será implantado nas proximidades do cruzamento da Estrada do Inhayba com a Estrada do Quirino. Os dois conjuntos de motobombas de recalque terão vazão de 40 litros por segundo, acoplados a uma rede de ferro fundido, com 300 milímetros de diâmetro e cerca de 4 mil metros de extensão.

Para tanto, o Saae/Sorocaba pleiteia recursos financeiros da ordem de R$ 22 milhões à Caixa Econômica Federal, por meio do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa). O prazo estipulado para início das obras é no segundo semestre de 2022.

“Outro reservatório, de dois mil m³, está previsto ser instalado na região do Campolim, porque na localidade há grande concentração populacional e hoje conta com apenas um dispositivo. O valor estimado é de R$ 1,5 milhão e o prazo de conclusão está previsto para o fim de 2022”, complementa o diretor-geral do Saae/Sorocaba.

Com relação às redes de distribuição de água, estão previstas as obras iniciais para atender à Zona Baixa Novo Eldorado e Zona Baixa Éden, que deverão ser entregues até 2023. O valor estimado é de R$ 500 mil. Mais a implantação do Anel de Adução para o bairro Jardim Dois Corações, para que a água do sistema da ETA Vitória Régia chegue até o Reservatório YKK, em uma extensão de 3.600 metros de redes, com 400 milímetros de diâmetro. O custo estimado é de R$ 6 milhões, com início previsto até o fim de 2022.

Intervenções do Programa de Controle e Redução de Perdas do Saae/Sorocaba também estão previstas e deverão ser iniciadas obras para o fechamento de setores, por meio da instalação de tampões e registros de manobras. Depois, começarão os testes para certificação de isolamento hidráulico e colocação de macromedidores e Válvulas Redutoras de Pressão (VRPs).

“Nesses pontos, será possível o acompanhamento das vazões mínimas noturnas e a quantificação das eventuais perdas reais de cada setor. Com esse controle, é possível concentrar as varreduras de detecção de escapes não visíveis nas áreas, bem como controlar/gerenciar as manutenções de escapes visíveis”, explica Charles Alessandro de Camargo.

Simultaneamente a essas atividades, deverão ser trocados os hidrômetros com certo tempo de uso e, para os grandes consumidores, haverá gestão ainda mais efetiva da idade dos medidores, o que permitirá um acompanhamento mais pormenorizado do consumo e suas variações.

A regularização do consumo em áreas ocupadas, com a instalação de redes regulares e hidrômetros, bem como a disponibilização da tarifa sociais, serão igualmente providenciadas, com o objetivo de reverter essas perdas no sistema. O Programa de Controle e Redução de Perdas, por completo, para o ano de 2022, soma um valor estimado de R$ 10,7 milhões em investimentos.

A individualização dos hidrômetros nos residenciais Parque dos Eucaliptos (bairro Wanel Ville) e Conjunto Habitacional “Benedicto Cleto” (Júlio de Mesquita Filho) já foi anunciada e entrará em vigor a partir de 2022. E, quando o assunto é eficiência energética, O Saae/Sorocaba implementará um sistema de gerenciamento de contas, com análise detalhada do consumo e estudos para melhorar a eficiência das principais unidades consumidoras da própria autarquia. O projeto todo tem prazo estimado para conclusão em três anos.

 

Itupararanga

Quanto aos mananciais que abastecem Sorocaba com água, principalmente a represa de Itupararanga, o Saae/Sorocaba dará sequência ao conjunto de ações para conseguir recuperar o referido recurso e sempre garantir a manutenção do abastecimento público com qualidade.

Um dos projetos já em discussão é a necessidade de montar um consórcio intermunicipal para realizar a revegetação do entorno da represa, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente, Proteção e Bem-Estar Animal (Sema) de Sorocaba, a APA Itupararanga, o Ministério Público, o Comitê de Bacias Hidrográficas Sorocaba e Médio Tietê (CBH-SMT), o Consórcio de Estudos, Recuperação e Desenvolvimento da Bacia dos Rios Sorocaba e Médio Tietê (Ceriso) e a Votorantim Energia.

“Ainda, manteremos o estreitamento das relações com representantes dos setores comercial e industrial, bem como de condomínios residenciais e a população em geral, para reforçar, ainda mais, a campanha de uso consciente da água em todos os segmentos. As ações educativas e ambientais do Saae/Sorocaba não param”, finaliza o diretor-geral da autarquia, Ronald Pereira da Silva.

VEJA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREMIO MELHORES DE 2021
RMS NEWS SHOPPING

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist